Os representantes das três entidades na assinatura do protocolo.

Foi assinado no dia 19 de Junho um protocolo de parceria entre o British Council, a Direcção-Geral das Artes (DGARTES) e a Acesso Cultura. Trata-se de uma parceria para a disponibilização de acções de formação dirigidas a entidades artísticas e agentes culturais na área das artes performativas em Portugal. A formação terá como objecto a inclusão de pessoas com deficiência ou com incapacidade no acesso tanto à criação como à fruição das artes performativas em Portugal, tendo como modelo as boas práticas do Reino Unido, mas também portuguesas.

Este protocolo é o resultado de três visões que se conjugam e complementam. A iniciativa partiu do British Council, que propôs a implementação de um programa na área das artes e deficiência, onde Portugal seja o “país focal”. Uma das condições para se ser um “país focal” é a necessidade de se estabelecer uma parceria com uma organização especializada nas áreas a desenvolver (artes e deficiência), assim como a obrigatoriedade de ser incluído o serviço governamental na área da cultura de intervenção no domínio das artes.

Assim sendo, a DGARTES entra como parceiro governamental que tem por atribuições, entre outras, promover a igualdade de acesso às artes, assegurando a diversificação e descentralização da criação e da difusão da criação e produção artística, bem como incentivando o desenvolvimento de mecanismos que estimulem e facilitem o acesso dos diferentes públicos.

A Acesso Cultura associa-se, a convite do British Council, como organização especializada e com conhecimento privilegiado das companhias existentes a nível nacional que desenvolvem o seu trabalho nas áreas das minorias sociais e culturais e de artistas com deficiência.

Os três parceiros pretendem focar-se na capacitação das entidades relacionadas com as artes performativas, quer na inclusão de artistas com deficiência ou com incapacidade, quer na concepção de espectáculos que permitam ser acessíveis a pessoas com deficiência, através de acções de formação especializada dirigidas a artistas, diretores artísticos, programadores e aos técnicos do sector. As acções de formação serão também dirigidas aos trabalhadores da DGARTES, enquanto avaliadores de projectos artísticos, permitindo-lhes assim uma maior sensibilização para as especificidades dos artistas e do público com necessidades específicas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s