Parceiros

Cartaz Portas Abertas

AVEIRO

UNIVERSIDADE DE AVEIRO
Uma viagem pelo mundo do sal – Marinha Santiago da Fonte
15 de Junho, Quarta, às 14h30
Duração: 1h15

A Marinha Santiago da Fonte, uma das salinas ainda em produção de sal, foi adquirida pela Universidade de Aveiro em 1993. É a única marinha no “Salgado de Aveiro” que possui um armazém e onde a acessibilidade está presente para todos os que a queiram visitar. Durante as visitas são abordados temas como o ecossistema da laguna; a estrutura da marinha e a circulação da água; os diferentes métodos de produção de sal; a importância da produção com métodos artesanais e a identificação da flora e da avifauna da salina.
Marcações: visitas@ua.pt

BEJA

MUSEU BOTÂNICO DO INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA
Visita às Eeservas
15 de Junho, Quarta, às 18h
Duração: 1h30

Os participantes poderão conhecer artefactos que, normalmente, não se encontram expostos, assim como as colecções de plantas medicinais, especiarias, fibras, resinas etc. Durante a visita, falaremos sobre usos tradicionais das plantas, origens geográficas, etc.
Marcações: museu@ipbeja.pt

FUNCHAL

CASA-MUSEU FREDERICO DE FREITAS
Acessibilidade cultural na RAM no Ano Internacional para o Entendimento Global
17 de Junho, Sexta, às 15h
Duração: 1h30

Encontro promovido pelos associados da Acesso Cultura na Região Autónoma da Madeira, dirigido a profissionais e colaboradores de instituições culturais da R.A.M. e a todos os interessados, centrado na forma como a prática quotidiana das instituições culturais contribui localmente para responder aos desafios do presente num contexto global, entre os quais as questões ambientais, o envelhecimento da população ou o recrudescer da intolerância.
Confirmações: gabrr.palacio@gmail.com

PALÁCIO DE SÃO LOURENÇO
Acessibilidade cultural no Palácio de São Lourenço
e
Palácio de São Lourenço: o resgate de (outras) memórias
15 de Junho, Quarta, às 18h
Duração: 1h30

Intervenções promovidas pelos Serviços Área Museológica do Palácio de São Lourenço, contrapondo o Palácio de hoje com as memórias dos que o viveram em tempos anteriores aos da acessibilidade cultural. Com Margarida Camacho (Responsável pela Área Museológica do Palácio de São Lourenço) e Graça Alves, Cláudia Faria (Centro de Estudos de História do Atlântico).
Informações: gabrr.palacio@gmail.com

PALÁCIO DE SÃO LOURENÇO
Palácio do avesso
17 de Junho, Sexta, às 17h
Duração: 45 min.

Visita temática aos bastidores da preparação dos eventos no Palácio e aos trabalhos de manutenção e conservação do andar nobre.
Marcações: gabrr.palacio@gmail.com

PALÁCIO DE SÃO LOURENÇO
Recital de Violino
17 de Junho, Sexta, às 18h
Duração: 1h

Alunos do Conservatório – Escola Profissional das Artes – Engº. Luíz Peter Clode – S.R.E., dir. Prof. Vladymyr Petryakov
Entrada livre (acesso condicionado à capacidade da sala)
Informações/marcações: gabrr.palacio@gmail.com

ÉVORA

FÓRUM EUGÉNIO DE ALMEIDA
O Património como chave para o entendimento global
19 de Junho, Domingo, às 11h30

A partir de uma visita guiada à exposição Todo o Património é Poesia, pela mão da curadora Filipa Oliveira, vamos descobrir novas formas como o património e a arte contemporânea podem contribuir para o entendimento global.
Marcações: servicoeducativo@fea.pt | Tel. 266 748 300/350

LISBOA

CULTURGEST
No lugar do outro
18 de Junho, Sábado, às 14h30 e às 16h

A Culturgest realiza com frequência visitas guiadas aos seus bastidores. Como é natural, a percepção está fortemente baseada na visão. A nossa sociedade negligencia os outros sentidos em detrimento da visão. Nesta visita, vamos primeiro ensinar como se guia um cego. Depois, todos farão a visita duas vezes: uma como guia e outra de olhos vendados.
Marcações: Sem marcação prévia; levantamento de senhas de acesso (duas por pessoa) 30 minutos antes do início de cada visita.

INSTITUTO MARQUÊS DE VALLE FLÔR
Actores de desenvolvimento
17 de Junho, Sexta, às 10h e às 12h

Os técnicos do IMVF vão estar disponíveis para dar a conhecer os trabalhos que desenvolvem em: Angola, Brasil, Cabo-Verde, Guiné-Bissau, Portugal, São Tomé e Príncipe. Das temáticas de segurança alimentar, ao acesso à água; da saúde, à educação; de alternativas de economia social e economia solidária ao trabalho inovador com museus, estamos de portas abertas para receber todos e todas os que querem saber mais sobre os projectos, parcerias, beneficiários e impactos.
Nota: Percurso não acessível a pessoas com mobilidade reduzida
Marcações: info@imvf.org
No momento de inscrição deve mencionar qual o projecto (máximo de dois projetos por pessoa) sobre o qual gostaria de aprofundar o seu conhecimento. Consulte a lista de todos os projectos

MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL
Um teatro mais verde
15 de Junho, Quarta, às 18h30

Desde 2011, o Teatro Maria Matos reflecte sobre questões como sustentabilidade, alterações climatéricas, ecologia, impacto social e economia de transição. Estas matérias têm sido partilhadas através da programação do teatro, mas também através de iniciativas funcionais, internas, visando tornar o Teatro Maria Matos um espaço mais sustentável. Vamos fazer uma visita ao interior e saber o que tem sido feito para tornar mais verde.
Marcações: bilheteira@teatromariamatos.pt | Tel. 218 438 801
Entrada livre sujeita à lotação Reserva obrigatória, até 12 de Junho.

MUSEU DE LISBOA
O Museu abre as suas Portas – A Azulejaria do Museu de Lisboa
18 de Junho, Sábado, às 15h e às 17h

O Museu de Lisboa promove uma visita inédita ao seu Gabinete de Azulejaria (dia 18, às 17h – Museu de Lisboa | Oficina de Azulejaria, Rua de S. Mamede), que permitirá a todos os interessados conhecer as fases de tratamento deste tipo singular de colecção, tão vincadamente identitário de Lisboa. A iniciativa é antecedida às 15h por uma visita à exposição Fragmentos de Cor, patente no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta (Pavilhão Preto), que será orientada por um dos seus comissários.
Informações e marcações: museudelisboa@cm-lisboa.pt | Tel. 217 513 200 (Elsa Gonçalves ou Esmeralda Lamas)
A inscrição é gratuita e limitada a 30 inscritos.

MUSEU DA MARIONETA
O museu visto por dentro
15 de Junho, Quarta, às 15h

Quando visitamos um museu muitas vezes não sabemos o trabalho que é feito nos seus bastidores. Como se monta uma exposição? Como se faz o inventário? Como se cria uma actividade de serviço educativo? Como se programa com a devida antecedência para que tudo corra bem? Neste dia, nós, que aqui trabalhamos, queremos partilhar com o público segredos,  anseios e preocupações.
Marcaçõesmuseudamarioneta@egeac.pt | Tel. 213 942 810

MUSEU NACIONAL DOS COCHES
Visita às reservas
14 e 16 de Junho, Terça e Quinta, às 10h30

As reservas do museu guardam as coleções não expostas nas galerias. O acondicionamento e as condições estáveis do ambiente são essenciais para a conservação dos bens museológicos, a organização também. A visita dá acesso a este outro mundo de práticas diárias e regulares que visam a preservação do património ao cuidado do museu. Após a visita às reservas faremos um percurso pelas áreas de acesso restrito, dando a conhecer melhor o projecto do arquitecto Paulo Mendes da Rocha, recentemente premiado na Bienal de Veneza.
Marcações: Graça Santa-Bárbara | gsantabarbara@mncoches.dgpc.pt

POLO CULTURAL GAIVOTAS | BOAVISTA
Um novo espaço, um novo serviço da Câmara de Lisboa
16 de Junho, Quinta, às 11h
Duração: aprox. 1h

O Polo Cultural Gaivotas | Boavista é o novo serviço da Câmara Municipal de Lisboa dedicado, especialmente, à criação, ensaio, produção e formação, ao serviço dos artistas e entidades, profissionais e emergentes, do sector cultural na cidade. Os visitantes terão a possibilidade de visitar algumas salas de trabalho, assim como de assistir a alguns dos ensaios a decorrer nas mesmas, nomeadamente:
– Sala de Dança: trabalho de manutenção da bailarina Melanie Lomoff (Bélgica);
– Sala de Teatro: Ensaio do espetáculo Atravessar a passadeira é ler e escrever, a partir da obra de Miguel Castro Caldas. Encenação: Rute Rocha | Produção: Gato Que Ladra | Apresentação: Espaço Escola das Mulheres (Estefânia) – 14 a 24 de Julho
Informações/marcações: pologaivotasboavista@cm-lisboa.pt
Entrada livre sujeita à lotação. Reserva obrigatória até 14 de Junho.

PALMELA

TEATRO O BANDO
Visita ao edifício e à quinta
16 de Junho, Quinta-feira, às 18h30
Duração: aprox. 1 hora

Inclui a possibilidade de ver espectáculo “Das Nuvens” a preço reduzido (7€). Mais informação em http://goo.gl/iM0fMO

Em plena zona protegida do Parque Natural da Arrábida, os 4 hectares da quinta do Teatro O Bando espreguiçam-se entre o caminho e a encosta que sobe à Serra do Louro, terminando no campo arqueológico onde memórias de povos habitam. Dois pavilhões gémeos albergam o quotidiano do teatro, onde as pausas provocam o encontro de actores, de técnicos e de administrativos, na hora das refeições. É a este espaço, onde vários tempos se entrelaçam, que propomos uma visita.
Marcações: geral@obando.pt
Entrada livre sujeita à lotação. Reserva obrigatória até 15 de Junho.

PORTO

MALA VOADORA.PORTO
Visita ao edifício
18 de Junho, Sábado, às 18h00
Duração: aprox. 30 minutos

Em finais de 2013, ao completar uma década, a Mala Voadora inaugurou um espaço no número 283 da Rua do Almada, bem no coração do Porto. Com uma forte ligação à cidade, o edifício industrial de finais dos anos 30, foi transformado para acolher espectáculos, conferências e residências artísticas. José Capela, director artístico da companhia e arquitecto responsável pelo projecto de reconversão, irá guiar-nos numa visita pelos diversos espaços deste antigo armazém de ferro.
Marcações: Jonathan da Costa | reservas@malavoadora.pt
Entrada livre sujeita à lotação. Reserva obrigatória até 16 de Junho.

MUSEU JUDICIÁRIO DO TRIBUNAL DA RELAÇÃO DO PORTO
Visita às salas
13, 14 e 17 de Junho, Segunda-Terça-Sexta, às 14h30

Visitas orientadas à Sala D. Pedro V; Sala de Sessões; Sala de Audiências e Arquivo do Tribunal da Relação do Porto.
Marcações: Vera Medeiros, vera.l.silva@tribunais.org.pt

MUSEU DOS TRANSPORTES E COMUNICAÇÕES
Faça-se luz sobre os tesouros da Alfândega!
17 de Junho, Sábado, 15h

Visita exploratória sobre os tesouros da Alfândega e que permitirá explorar as seguintes perspectivas:
– exposição “Metamorfose de um Lugar: Museu das Alfândegas” e Biblioteca da Alfândega: visita à exposição e exploração do património bibliográfico da Biblioteca;
– exploração visual do Painel “Ribeira Negra” de Júlio Resende;
– exploração dos dispositivos luminosos da exposição COMUNICAR (Zeppelin – Máquina de Comunicar, espaço In-Comunicar…).
Marcações: museu@amtc.pt  | Tel. 223 403 000

TEATRO NACIONAL SÃO JOÃO
Visitas guiadas Mosteiro de São Bento da Vitória e Teatro Nacional S. João
17 de Junho, Sexta, às 12h (MSBV) e às 12h30 (TNSJ)
Duração: 1h

Dois monumentos nacionais: o Teatro Nacional S. João, projectado no início do século passado por Marques da Silva, e o Mosteiro de São Bento da Vitória, edificado nos séculos XVII e XVIII e considerado um dos edifícios religiosos mais importantes da cidade. As visitas guiadas ao TNSJ dão a conhecer a sala de espectáculos, a sala de ensaios, os camarins e as zonas técnicas; no caso do MSBV, o visitante ficará a conhecer o magnífico Claustro Nobre, a sala do antigo Tribunal Militar e o Centro de Documentação do TNSJ, bem como a exposição Noites Brancas.
Marcações:
Luísa Corte-Real | luisacr@tnsj.pt
As portas abrem 30 minutos antes da hora da visita.

SÃO DOMINGOS (SANTIAGO DO CACÉM)

MUSEU DA FARINHA
Visita ao Centro de Documentação
14 a 19 de Junho, Terça a Domingo, das 14h30 às 18h

Pretende-se dar a conhecer os documentos relativos à laboração da Fábrica de Moagem e à história da família, a par da visita guiada ao engenho dos anos 20 do século passado. A exposição “Tesouros de Casa”, com objectos de uso quotidiano organizada pelos alunos das Escolas Básicas da freguesia, será também visitada.
Marcações: museudafarinha@gmail.com

TORRES NOVAS

MUSEU MUNICIPAL CARLOS REIS
“Reservado”, uma visita às reservas do Museu
16 de Junho, Quinta-feira, às 14h30

Os acervos do Museu Municipal de Torres Novas são compostos por colecções arqueologia, azulejaria, pesos e medidas, armaria, numismática, medalhística, mobiliário, instrumentos musicais, documentação gráfica e iconográfica, entre muitas outras. É nas reservas que se encontra a maior parte do acervo, acondicionado de forma especial, cumprindo adequados preceitos de conservação e segurança. “Reservado” é o mote para uma visita pelos espaços de trabalho e pelas reservas, pela mão dos profissionais de conservação e restauro do museu.
Marcações: museu.municipal@cm-torresnovas.pt | Tel. 249 812 535

VILA NOVA DE GAIA

ARQUIVO MUNICIPAL SOPHIA DE MELLO BREYNER
Prateleiras à vista no Arquivo Municipal
13 a 17 de Junho, Segunda a Sexta, às 10h
Duração 2h30

Visita guiada ao Arquivo Municipal Sofia Mello Breyner, abrangendo o circuito do público e o circuito técnico. Destaque para a história do edifício principal, relevando o valor patrimonial e artístico a nível da arquitectura e artes decorativas. Segue-se a visita a uma exposição e finalmente segue pelos espaços onde se desenvolvem tarefas técnicas, fundamentais para o cumprimento da missão do serviço.
Marcações: dramalho@cm-gaia.pt

CASA-MUSEU TEIXEIRA LOPES
A Africa de Diogo – visita guiada aos bastidores da coleção de Arte Africana de Diogo de Macedo
17 de Junho, Sexta, às 12h45
Duração: 30 minutos

Visita guiada a esta Colecção,  com enfoque no diálogo entre cultura europeia e africana. A colecção constitui um núcleo da CMTL com características particulares – esta é a primeira visita dirigida ao público alargado, onde se fala da origem e segredos destas peças e do museólogo Diogo de Macedo, à volta da questão: a Arte Africana também é nossa (?).
A visita acontece à hora do almoço, num horário propício à visita por trabalhadores e utentes dos serviços existentes na zona envolvente da CMTL.
Marcações: Raquel de Martino | raquelmartino@cm-gaia.pt | 223 751 224