Cartaz do seminário

Lisboa, 22 de Abril [online]
Quarta, 18h-20h30

Com Maria Vlachou

E… se fechássemos amanhã, quem ia chorar por nós?

Em Portugal, a maioria das organizações culturais entende como “missão” a descrição do que faz. Assim, temos muitos – tantos – museus que coleccionam, preservam, estudam e expõem; e muitos – tantos – teatros que apresentam peças de teatro e dança, realizam concertos e tertúlias, etc. Raramente, no entanto, se questionam sobre o porquê fazem o que fazem, qual a intenção, qual a sua razão de existir e quem sentiria a sua falta se não existissem.

Neste seminário iremos estudar formas de dar resposta a estas perguntas, para podermos tornar mais claro (para a sociedade, mas primeiro para nós próprios) o que é que nos move, o que é que os cidadãos podem e devem esperar de nós, qual a relevância do nosso trabalho. Através da análise de vários exemplos concretos, nacionais e estrangeiros, iremos ver como uma clara definição de missão – curta, clara, concisa – permite orientar o trabalho, investir bem os recursos existentes, cumprir objectivos (mesmo e sobretudo em termos de crise) e dar resposta às necessidades e exigências das comunidades em que estamos inseridos e afirmamos estar a servir.

Público-alvo
Profissionais da cultura, em especial gestores culturais e directores

Preço único de inscrição
€10

Ficha de inscrição


Nota biográfica

Maria Vlachou é consultora em Gestão e Comunicação Cultural. Membro fundador e Directora Executiva da associação Acesso Cultura. Autora do blog Musing on Culture, onde escreve sobre cultura, gestão e comunicação cultural, públicos, acesso. Gestora da página de Facebook Museum texts / Textos em Museus e co-gestora do blog Museums and Migration. Foi Directora de Comunicação do São Luiz Teatro Municipal (2006-2012) e Responsável de Comunicação do Pavilhão do Conhecimento – Ciência Viva (2001-2006). Membro dos corpos gerentes do ICOM Portugal (2005-2014) e editora do seu boletim. Fellow e membro do ISPA – International Society for the Performing Arts (2018 e 2020). Alumna do DeVos Institute of Arts Management at the Kennedy Center for the Performing Arts (Washington, 2011-2013); Mestre em Museologia pela University College London (1994).