20221107_curso linguagem_event

7 e 14 de Novembro
9h30-12h30
No Zoom
Com Marta Ramos e Andreo Gustavo

Os desafios da comunicação fazem cada vez mais profissionais da cultura desejarem conhecer melhor os princípios e formas de implementação da linguagem inclusiva e da linguagem neutra. O que ambas pretendem é evitar o uso de uma linguagem que exclui e que promove ou reforça estereótipos.

Este curso de capacitação pretende ajudar a entender melhor o poder e impacto da linguagem que usamos, em especial para identidades “minoritárias” e grupos étnico-culturais não dominantes. Iremos reflectir sobre preconceitos implícitos, estereótipos, discriminação múltipla, interseccionalidade e microagressões enquanto formas de exclusão. Vamos poder conhecer algumas boas práticas e e também praticar a linguagem neutra e inclusiva.

A linguagem que usamos importa e esta é também uma forma de construir espaços mais inclusivos e seguros para todas as pessoas.

Público-alvo

Profissionais da comunicação e mediação cultural, directores, gestores, programadores, responsáveis de recursos humanos.

Valor de inscrição

Normal: €30
Estudantes/desempregados: €25
Associado Acesso Cultura: €20

Ficha de inscrição

Notas biográficas

Andreo Gustavo é consultor para a Inclusão da Diversidade Sexual e de Género na TransParente e também consultor de Comunicação nas Nações Unidas, UNICEF.  Empático e motivacional, é Mestre em Ação Humanitária, tem formação Avançada em Diversidade de Género, Igualdade de género e Educação não-formal para a Consciencialização de temáticas Queer (LGBTQIAP+). Quer ajudar a encontrar soluções práticas para o uso da linguagem neutra e inclusiva.

Marta Ramos é Mestre em Direitos Humanos e activista pelos Direitos Humanos das Pessoas LGBTI+ e das suas famílias. Já trabalhou na Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género, no Conselho da Europa e no Parlamento Europeu. Esteve ligada à Associação ILGA Portugal nos últimos 10 anos, onde destaca o seu papel como Diretora Executiva de 2016 a início de 2022 e a sua especialização em crimes e discurso de ódio anti-LGBTI+.