Introdução à audiodescrição

NOVAS DATAS A ANUNCIAR

Formadora: Anaísa Raquel

Não são poucas as pessoas que pensam que os cegos não têm interesse em visitar exposições ou assistir a espectáculos. A verdade é que o interesse existe, a prática também, mas muitas vezes a experiência não é plenamente usufruída por quem não vê devido à ausência do serviço de audiodescrição. Neste curso será discutida a importância da audiodescrição para a criação de uma cultura mais inclusiva e acessível; serão debatidas as diferentes abordagens à construção e prestação deste serviço; serão apresentados os diferentes passos para a inclusão deste serviço na programação de um museu, galeria, teatro, sala de espectáculos; serão vistos guiões de audiodescrição adaptados a várias manifestações artísticas e culturais. Este curso não forma audiodescritores, mas permite aos profissionais da cultura entenderem melhor o potencial e a logística necessária para a disponibilização do serviço.

PÚBLICOS-ALVO
Profissionais de museus, teatro, dança; pessoas que trabalham em Serviços Educativos ou que realizam visitas guiadas.

NOTA BIOGÁFICA
Anaísa Raquel
 é actriz e audiodescritora. Frequenta neste momento o Mestrado em Artes Performativas – Teatro na Escola Superior de Teatro e Cinema e em 2010 criou o projecto AUDIODESCRIÇÃO.PT – ouço, logo vejo, do qual fez parte até Janeiro de 2014. Em 2011 esteve responsável como audiodescritora no primeiro encontro nacional de audiodescrição com a Iris Inclusiva. Tem vindo a desenvolver projectos que integrem a audiodescrição nos espectáculos de dança, teatro e museus do nosso país, através da AR Produções.